Bem vindo ao entrar. Volte em breve ao sair.

Aos que aqui vem prestigiar um pouco mais de minha personalidade, espero que não fiquem desapontados(das), mas que antes tentem ler sem reservas ou pré-conceitos e rótulos.

MUITA ATENÇÃO: Minha grafia é muito ruim e não me importo com isso. Não percam tempo corrigindo-me, não lembrarei da correção nem 5 minutos depois. Isso para mim é 100% irrelevante. Deixo isso para os que apreciam e sabem o que fazer com o vernáculo correto. Não é o meu caso e realmente não dou a menor importancia se julgam-me pela correção de minhas idéias ao escrever o Português nem sempre correto. Relaxe!

Minha consciência é como minha alma, liberta e libertária, por isso não me importo com criticas, apenas com injustiças e leviandades egoístas. Não pretendo ter preocupações se agradarei ou se violentarei. Não me importo também em divergir abertamente, pois ao menos não serei dissimulado ou mentirei e permitirei que possam mostrar a mim outras formas de ver e pensar sobre as coisas, aonde aprenderei muito a não errar e ser um pouco melhor. Tenho a consciência de que uma vez exposto aqui, estou dando minha cara-a-tapa. A liberdade de me fazer público é ao mesmo tempo uma forma de dar “uma chance” a mim mesmo e a todos que aqui vão ler o que escrevo, saber mais sobre minha mente, minha alma e minha fé nas pessoas. Tenham paciência comigo e ajudem-me a aprender com vocês, mas sem piedade e complacência e com muita ternura. Espero realmente que aqui possa ser mais uma via e o meio para que possamos ser mais amigos, melhores e maiores, mais unidos e indissolúveis por mais distantes que estivermos um do outro. Ficarei feliz se somar, provocar a reflexão e criar um ponto de partida pera eu aprender mais com suas posições e posts.

Sintam-se a vontade e livres. WELCOME.


terça-feira, 3 de abril de 2012

Eu não posso parir

Estou em vias de conhecer meu mais novo amigo de minha vida, o Raul.

Meu mais novo filho.

Como todos já sabem, não posso parir um filho, mas posso fazer outras coisas que são parte de minha paternidade.

Tenho acompanhado a Lorena, que como “marinheira de primeira viagem” tem tido muitas expectativas, experiências e situações muito legais.

Este é meu quinto filho e pretendo que seja o último, pois já estou velho para ter filhos.

Como pai eu amo de formas diferentes cada uma de minhas proles, todos são especiais e cada um faz de mim ser uma pessoa diferente, melhor e da um sentido especial em minha vida.

O Raul tem um sentido de ser o filho que foi esperado para tornar uma pessoa muito  boa e especial – Lorena – em uma pessoa melhor, mais completa e realizada.

Como todos já sabem, não posso parir, mas neste caso, sem mim não teria parto.

Assim como a Lorena, mas de forma e motivos diferentes, espero que o Raul venha somar em nossas vidas e nos aproximar cada vez mais. Confio demais e amo muito a Lorena.

 Acredito que muitos conceitos “absolutos e imutáveis” serão derrubados ao longo do tempo.

Será interessante poder contribuir com a Lorena nisso.

Mas ainda insistindo mais um pouco, não posso parir, mas sei que poderei dar todo o amor, companheirismo e suporte que puder dar e estiver ao meu alcance. Vou fazer o que puder neste sentido.

Não posso parir, mas posso lixa, pintar e ajudar na decoração do quarto do Raul.

O quarto estava totalmente pintado com figuras horríveis de vários tipos de tintas, lápis e canetas. Foi cansativo e demorou muito além do que eu esperava, mas esta ficando muito bonito. Infelizmente não esta igual ao projeto da irmã da Lorena (que é lindo demais e gostaria de que tivesse tido condições de bancar a decoração).

Esta tudo aos poucos se ajeitando e indo normalmente.

A gestação da Lorena esta muito sofrida, infelizmente, mas o Raul esta ótimo e tudo esta bem.

Espero que para Lorena tudo seja compensado quando ela parir o nosso filho.

Eu não posso parir, mas estou muito grato a Deus por fazer parte disso tudo, de ser o responsável por estes momentos para a minha amada Lorena.

Vejo ela também pintando cestinhas e coisinhas para o Raul. São momentos que não consigo descrever.

 Que bom que ela vai parir. Que Deus a abençoe e que seja o início de uma nova e feliz etapa em nossas vidas.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Bendita Tu Luz

Minha amada Lorena
Ao ouvir esta música. Descobri uma nova forma de agradecer a Deus por ter voce em minha vida.
Segue a tradução da letra para te facilitar.
http://www.youtube.com/watch?v=44kityInDvM&feature=relmfu


Bendita Tua Luz

Bendito o lugar e o motivo de estar aqui
Bendita a coincidência
Bendito o relógio que nos pôs pontual aqui
Bendita seja tua presença
Bendito Deus por encontrar-nos no caminho
E de tirar-me esta solidão de meu destino.


Bendita a luz
Bendita a luz de teu olhar
Bendita a luz
Bendita a luz de teu olhar... desde a alma.


Benditos olhos, que fugiam
simulavam desdén, que me ignoravam
E de repente sustentas o olhar


Bendito deus por encontra-nos no caminho
E de tirar-me esta solidão de meu destino


Bendita a luz
Bendita a luz de teu olhar
Bendita a luz
Bendita a luz de teu olhar


Oh glória divina desta sorte, de bom senso
E de encontrar-te justo aqui no meio do caminho
Gloria ao céu por encontrar você agora levar-te minha solidão
e coincidir em meu destino no mesmo destino


Bendita a luz
Bendita a luz de teu olhar
Bendita a luz
Bendita a luz de teu olhar


Bendito olhar oh oh
Bendito olhar desde a alma
Teu olhar oh oh
Bendita bendita bendito olhar
Bendita tua alma e bendita tua luz
Teu olhar oh oh
Te digo é tão bendita tua luz, amor amor
Teu olhar oh oh


Bendita hora e bendito o lugar
Benditos teus beijos pertinho do mar
Teu olhar oh oh
Amor, amor que bendito és o teu olhar

Teu olhar amor

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

O VERDE E O AZUL



Estou a alguns bons dias tentando escrever este texto. Não pretendo aqui falar de cores. Mas de qualidade e a surpresa.
A poucos meses atrás fui ao Rio de Janeiro e Voei pela WEBJET e dias depois fui a Porto Alegre e voei pela AZUL.
Sou um louco, apaixonado e super feliz por aviões e voar. Amo de paixão de verdade.
Acho aviões tão lindos quanto uma linda mulher. É com esta medida revelada a você que tento dar um certo grau de importância e prazer em escrever sobre minhas duas últimas experiências.
Então vamos a primeira experiência com a WEBJET.
Nunca havia voado com esta Cia Aérea. Recebi a passagem de um cliente que bancou minha ida ao RJ. Viagem curta de poucos dias.
O Vôo decolou dentro do horário e tudo ocorreu exatamente como deveria ser.
Mas aí houve uma frase interessante que sempre há em todos os vôos naquela hora da explicação e pedidos de segurança na hora da decolagem.....
Não havia a frase:
“Nivele sua poltrona para o nível mais elevado para sua segurança. “ (ou algo mais ou menos isso). Na hora não dei lá importância se a comissária de bordo (ainda prefiro o nostálgico e saudoso nome de “aeromoça”) tinha errado ou não.

Após a decolagem e as devidas e rotineiras instruções de segurança de apertar cintos,  mascaras que caem do teto, bla, bla , bla..... relaxei e resolvi inclinar a poltrona.
Inclinar? Cade o botão nos braços da poltrona para inclinar?
Foi exatamente aí que descobri  que este não seria um Vôo normal.
Redefini meus conceitos de “Barato” e “Espartano”.
Após quase 5 minutos tentando achar o tal de botão que libera a poltrona para inclinar, caí na realidade.
Por questões de “Economia” e o preço barato da passagem, não há a menor possibilidade de reclinar a poltrona. Acredite você que nem mesmo em um Ônibus intermunicipal ou Interestadual  se imagina que uma poltrona recline ao menos um pouquinho para não massacrar a coluna e dar um pouquinho mais de conforto durante a viagem.
Mas na verdinha WEBJET isso é a reinvenção do meu conceito de ”Espartano”. Não acredito que isso tenha sequer sido avaliado para dar um atendimento melhor ao cliente.
Mas é uma situação em que somente me restava é torcer para que sentado sem reclinar eu possa achar um meio de relaxar. Descobri que é impossível.
Resultado.: Cheguei ao Rio de Janeiro com uma tremenda dor na coluna.

Mas aa surpresa não para por aí. Tem a reinvenção de “preço mais baixo” para voar. Vou direto ao assunto.....
Uma lata de cerveja Bohemia + Pacotinho de castanha e caju custa R$ 7,00. Para minha sorte estava faltando o pacotinho de castanha de caju, mas somente poderiam vender sem nenhum desconto a latinha de cerveja pelo mesmo preço da latinha + a castanha.
A Aeromoça agachou para falar baixinho ao meu ouvido que faria esta operação, pois estava em falta de castanhas de caju. Tudo para ninguém ouvir a falha.
Quando reclamei, ela ficou visivelmente incomodada e envergonhada, pedindo com a ponta do dedo na boca e com um delicado “Shiiiiiiiiiii”, para eu falar um pouco mais baixinho.
Na volta o comissário de bordo anunciou uma FANTASTICA PROMOÇÃO.....
Uma lata de cerveja e um Sanduba de Hamburger por 15 Reais....
Perdi o apetite depois de ter um pequeno e discreto ataque de risos.
PROMOÇÃO? Caramba.. Aonde é mesmo a tal de promoção e economia?
Por isso que vi pessoas tirando de suas sacolas, sacos plásticos com seus respectivos lanches.....
Difícil de acreditar a cena.

Um mês após fui de Fortaleza a Porto Alegre na Cia Aérea Azul.
Já havia voado na AZUL e adorei.
As poltronas parecem aquela poltrona estilo “Cadeira do Papai”. O serviço de bordo é ótimo e gostoso. Osa aviões da Embraer são simplesmente muito superiores ao das Boeing ou Airbus. Mais silenciosos, sacodem menos e todo é devidamente espaçoso.

Até aí já estava tudo ótimo. Mas para minha total e inesperada surpresa no trecho entre São Paulo e Porto Alegre um elegante Sr. pega o microfone da Aeromoça e se apresenta como parte da executiva da Azul e por normas a empresa vão ouvir os passageiros.
Ouvir? Como assim?
Fiquei curioso.
Mas não é que este Sr. foi no resto do Vôo até Porto Alegre passando de poltrona em poltrona e perguntando para cada passageiro o que achava da empresa?
Ele anotava tudo, dava o cartão e realmente foi muito atencioso com todos.
Comigo ele foi mais do que gentil, foi esclarecedor ao tirar duvidas sobre a participação de empresa em projetos de Lei de Incentivo Cultural, respondendo e explicando um e-mail que havia recebido da Azul e não me fazia sentido. Foi paciente e sorridente o tempo todo. Orientou-me para ajudar-me e deu o seu cartão.
Então li o nome....
Johannes Castellano – Recursos Humanos

Ta satisfeito?
Calma.. tem mais.....
Na poltrona atrás de mim, havia um cliente que viaja  semanalmente entre Porto Alegre e São Paulo. Reclamou de forma muito ponderada e coerente que a Azul tem um limite para carga inferior ao da TAM. O funcionário da Azul não só explicou ao passageiro os motivos e as questões técnicas de diferença de aeronaves e suas limitações, mas como ofereceu na hora uma cartão de milhagem VIP para dar ao passageiro mais capacidade de transportar um volume maior de bagagem.
Caramba pessoal...... Isso para mim foi demais.
É muito comprometimento, interesse de agradar e mesmo na hora de uma limitação técnica, não fez dela uma desculpa para não satisfazer o cliente. Tratou de resolver na hora ou minimizar qualquer insatisfação do cliente.
Isso mostra para mim um grande comprometimento com o sucesso, com o futuro da empresa e da real capacidade de tornar a empresa uma empresa de ótimos serviços. Quem como diretor de uma empresa declara que é norma e política da empresa viajar de pé para ouvir a todos?
Desde então descobri que o Azul é mais bonito do que o Verde quando se vai voar.....
Vou lembrar disso com muito carinho e por isso resolvi compartilhar estas situações.
Ali não fomos mais um a voar e nem mais um dinheiro que a empresa ganhou. Houve o real compromisso prático de estar mais próximo e ouvir qualquer coisa do cliente. Tudo foi anotado e com certeza fez parte de uma reunião de qualidade de atendimento ao cliente da Azul.
Parabéns e obrigado pela atenção. Foi um prazer voar com a Azul.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Um muito pouquinho, do que me é muito...

Eu tenho tantas coisas a contar, mostrar e falar. Mas obviamente que aqui é só um blog e não tem como ser o espaço e nem a linguagem que desejo.
Inicio por essa imagem olhando para a Lori na churrascaria NA BRASA logo após um fantástico e laudo espeto corrido de carnes nobres e um ótimo vinho.
O que me poderia ser melhor do que um churrasco bem feito e bem servido com uma pessoa que se ama?

Tinha sido um dia em que havia matado uma enorme e doida saudade de meus filhos.

Estava realmente feliz, podem acreditar nisso.

Mas essa vinda POA (Porto Alegre para os que não sabem) ou "Portinho" para os mais "intimos" esta sendo tão cheia de emoções e inusitada sob todos os aspectos.
A cidade estava vazia e praticamente toda para nós.
Essa churrascaria estava apenas aberta e atendendo somente a nós dois.

Revi as minhas mães (sim.. tenho duas mães), minha filha e meus meninos.
Tomamos muito vinho e temos andado pelas ruas de Porto Alegre.
Encontrar amigos e amados é uma coisa muito especial para mim. Descobrir o quanto sou amado é por demais importante. Sentirei saudades.

Como não sentir saudades de uma filha tão carinhosa?

Como não sentir saudades de uma mulher tão linda enfeitando minha terra?



 Como não ter saudades de amigas que mais do que minhas irmãs?

Ou meus amados filhos.....
video
Tem muito mais a contar e muitos assuntos a mostrar.
Mas creio que dei apenas uma pequenina amostra de minha visita a Porto Alegre com a minha amada Lorena.
Espero que tenha podido compartilhar algumas emoções. Mas acreditem... Ha muito mais.....
Beijos a todos.
Obrigado pela presença e seu tempo.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Céu, sol, sul - O lado B de nosso namoro


Pois enfim sós! Direi isso no hotel em PORTO ALEGRE?
Vou voltar a Porto Alegre com minha Lorena. Nossa primeira viagem de avião juntos. A primeira para saber o lado B de nossa relação. O lado A foi eu conhecer a Lorena e sua vida... Agora vem uma parte de minha vida. Pena que o tempo será pouco.
Não consegui dizer ainda de uma forma clara o quanto fiquei feliz e surpreso com a decisão da Lori em aproveitar o Carnaval para ir a POA.
Não sei se ela fez um bom negócio trocar Olinda no Carnaval por Porto Alegre. Ficara obviamente o tempo todo comparando o que perdeu em Olinda.
Mas creio que vai poder somar em nossas vidas. Não será mais o que eu falo de mim para ela, mas o que ela vai ver do que falei e perceberá pela própria leitura dos fatos.
Saberá quem e como são os amigos e familiares de Mauro Costa.

O que isso poderá influir em meu relacionamento com ela? Não tenho de fato a menor ideia. Dependerá mesmo de como ela espera de tudo. E isso não sei ainda.
Mas Porto Alegre não é Olinda. Será que vai agradar?

Quero poder voltar a Fortaleza com uma amada mais feliz e confiante em mim por conhecer a minha família, filha e amigos. Espero poder fazer a Lori mais feliz, mais tranquila e muito mais confiante em mim.

Quero também poder mostrar minha cultura, algumas coisas que gosto muito e o que fez parte de minha vida e fez ser o que sou hoje. Uma visão de um mundo diferente.

Será que ela vai conseguir me entender mais se ver o meu lado de nossa relação?
Será que poucos dias bastam?
Será que isso tudo vai somar?

Será que ela vai querer voltar como quer sempre voltar para Olinda?

Tento imaginar o que poderei fazer para que esta viegem seja TRI LEGAL.

Espero que tudo seja para somar e ao voltar, ela tenha  um pouco mais de mim e traga na mala um pouco de saudades de minha terra. Espero que ela seja bem recebida e saiba tudo o que ela quer saber sobre mim e o lado B de nossa relação.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

O Primeiro sutien nós nunca esquecemos.......


Olá Pessoal!

É com muita ansiedade que tomei a iniciativa de escrever e me revelar publicamente nesse BLOG.


É a minha "primeira vez".

Imaginem o significado do que é "A PRIMEIRA VEZ".

Aos 49 anos eu já teria dito que não haveria mais do que fazer pela primeira vez.

É o debute, o primeiro beijo, o primeiro olhar, o primeiro sexo (que hoje pode até haver duas primeiras vezes - ou mais - sexo real e o sexo virtual), o primeiro dia de aula, a primeira desilusão amorosa, o primeiro homem na lua e agora o primeiro BLOG do Mauro Costa.


Mas como primeiro post, quero passar a você que me lê algumas coisas que se passam em minha mente e para dar um certo tom.

Será que os que já são velhos tarimbados de carteirinhas se lembram de seu primeiro post e o que estavam sentindo ao  escrever e publicar?

Estou em um MIX de sentimentos e expectativas.  Ansioso e feliz, mas temeroso de corresponder as expectativas. Poderei contar aqui as pessoas que não posso contar nada, seja pela distancia ou pela correria da vida no dia à dia. Posso contar o que estou pensando, refletindo e imaginando, bem como estou sentindo as visões de meu dia a dia. Vou escrever sobre mim, minhas ideias e convicções: política, cultura, sociedade, humanidades e humanos, além de todos os meus sentimentos. Tudo sob a minha ótica e observação limitada.

Creio que assim vou expandir o meu ser e minha capacidade de entender as coisas e sobre tudo o que escrever, lendo as opiniões das pessoas.

Vou escrever sobre amor, ódio, paz e guerra. Vou questionar a minha fé e a fé de quem ler. Mas o que mais quero mesmo é abusar a minha liberdade de expor a minha visão de tudo.

Não quero agredir ou afrontar ninguém, mas ter o direito de pensar diferente e respeitar quem não concorda comigo. Aliás... Aprendo muito com quem não concorda comigo. Muitas vezes tenho que mudar de opinião. isso é bom. Muito bom.

A vida para mim é dinâmica e cheia de possibilidades. Vejo a vida sob duas óticas básicas: espiritual e material. Por isso já me de claro como um homem de fé em Deus, fé em Jesus, mas não acredito em santos de qualquer religião e nem na Bíblia.  Não creio em dogmas ou rituais, apenas em meios de se ligar a Deus e a espiritualidade. Se a Bíblia é a verdade absoluta e basta para alguém, respeito e admiro quem assim pensa, pois é uma pessoa de princípios e que busca ser um pouco melhor a cada dia. A Bíblia é uma via de referência ótima para isso. Eu busco na Bíblia a referência moral e o sentido das coisas elevadas, mas não creio que ela seja a exata palavra e vida de Jesus e muito menos a palavra de Deus. Foi escrita por homens e o livro que foi selecionado por homens que escolheram o que é de Deus e o que não é de Deus. Santa presunção dos homens. E  me falam de blasfemas. Desde quando que homens imperfeitos julgam e que sob critérios e de que época o que Jesus (o filho e a palavra de Deus) viveu? Simples de entender quando se sabe que o homem que escreveu o livro que esta mais próximo do falecimento de Jesus, nunca jamais o conheceu pessoalmente e foi escrito 40 anos depois da morte de Jesus em outro lugar bem distante da vida de Jesus e tudo na época era passado de boca em boca. Quem pode me condenar por não acreditar em homens que falam em nome de Jesus, escrevendo palavras que jamais ouviram e uma vida que nunca viveram, como uma verdade real e absoluta? Do resto então? Livros escritos de memórias contadas e ditadas de boca a boca através de tempos e culturas, como podem ser consideradas como "inspiradas por Deus" e relatar a exata vida e palavras de Jesus? Não creio nessa veracidade. Mas respeito a todos os que creem nisso e é muito simples e lógico pensar que não há aí nenhuma forma que por mais ingénua e simplista que seja, que ninguém ao longo do processo do BOCA-A-BOCA de vários tipos de caráter de pessoas, as histórias sobre Jesus não foram 100% adulteradas. Além disso ha a questão de que os livros foram selecionados por um único homem. Um homem normal escolheu quais os livros e evangelhos seriam ou não divinos ou apócrifos. É a mesma coisa que minha visão de Deus e do divino escolhe que tipo e personalidade de Jesus ele permitiu que seja adorado pelos fiéis e cristões. Quem acredita que a pessoa que escolheu o que deve estar na Bíblia e o que não deve estar na Bíblia estava "iluminado" por Deus e suas escolhas não estão ligadas ao caráter e limitações e que as escolhas estão corretas, pouco pensa e quer acreditar que isso tudo pode ser inventado ou não. Melhor esconder a sua razão em um buraco e acreditar só no que lhe é dito desde sempre para ter fé. E por acaso Deus necessita que homens definam o que deve ser feito por ele?

Fácil de se perceber do que escrevo e informo que poucos sabem que já houveram duas versões de Bíblias oficiais. Uma não aceitava que Maria (a mãe de Jesus) como uma mulher que acendeu aos céus da mesma forma como Jesus e a segunda e definitiva versão de que Maria acendeu de corpo e alma aos céus como Jesus havia o feito. Isto é história que se questionado a teólogos oficiais da Igreja Católica, não negarão (não negaram e após buscar informações junto a Cúria de Porto Alegre, fui encaminhado ao centro de estudos Bíblicos da PUC-RS por indicação do Bispo primas do RS, a um teólogo que me relatou muitas das coisas que aqui exponho como um fato histórico e inquestionável).

A primeira versão não aceitava que a mãe de Jesus acendesse aos céus igual ao Jesus, pois na época dessa versão, as mulheres não eram vistas como pessoas iguais socialmente aos homens e por isso seria inaceitável que uma mulher fosse igual ao Jesus. Por esse conceito e critério, a primeira versão da Bíblia não continha nenhum dos livros que afirmavam os relatos que Maria acendeu aos céus de corpo e espírito como Jesus.

Com o passar dos tempos, isso foi questionado e aí a segunda versão oficial da Bíblia acrescentaram o livro que aceitavam que Maria era a que acendia de corpo e alma aos céus da mesma forma que Jesus. Essa história não é negada pela igreja católica, mas não é divulgada amplamente.

Então qual é a verdadeira inspiração divina? A resposta é: NENHUMA. Tudo foi uma conveniência social e cultural conforme interesses da época.

Se hoje descobríssemos os livros e fossemos compilar eles, como seria criado a Bíblia? Com certeza o processos e os conceitos seriam diferentes e teríamos outra Bíblia “inspirada” por Deus e acreditem , seria sim colocada como a verdadeira palavra de Deus e todos acreditariam nisso, seria uma questão de uma ou duas gerações apenas.

Mas isso não invalida a Bíblia como uma referencia de como teria sido Jesus e sua mensagem. Por isso é o livro mais importante da humanidade, junto com outros livros que contribuíram para a melhoria da humanidade. É inquestionável o valor do que lá esta escrito, mas para mim é lógico entender que não é ali a palavra real e verdadeira, fidedigno de Deus.

Respeito quem discorde de mim, mas os fatos são esses mesmos e é ilógico negar os fatos.

Afinal houve uma época que os fatos eram IMPOSTOS, pois quem discordasse que a terra era plana ou chata e que ela era o centro do universo, seria excomungado e até queimado em fogueira no meio de uma praça pública.

Para alguns hoje, pensar como eu penso é igualmente um sacrilégio e falta de respeito, afronta a autoridades eclesiásticas (autoridades? Desde quando Deus necessita de autoridades de homens por aqui, se ele criou e mantém todo o universo?).

Houve um tempo em que as doenças, uma má colheita, um infortúnio trágico e tantas coisas supersticiosas estavam por conta de uma blasfémia e falta de fé. Só o juramento sobre uma bíblia tinha o dom da verdade e da palavra. Estamos no tempo em que a fé vem de dentro e de tudo o que Deus nos da ao longo de nossa vida. Não criamos as flores e nem a vida, não criamos as leis do universo e da física, química e nem do passado e futuro. Muito temos que aprender para estar mais próximo de Deus, mas antes de tudo sabermos viver o melhor de nós conforme a nossa capacidade. Não creio que Deus espere mais de nós do que isso mesmo... O melhor de nós dentro de nossas limitações, sejam quais elas forem.

Com o tempo poderei passar muito mais informações a respeito, incluindo nomes, datas e as referencias históricas, bem como as incoerências entre os atuais livros Bíblicos, aonde há contradições e visões diferenciadas. Isso provará o quão independente e distante cada autor estava de Jesus e dos fatos reais.

Mas minha fé em Deus é inabalável e sinto ele em minha vida de forma plena. Não dependo de dogmas, mas de conhecimentos.

Não creio na Cruz como símbolo de Jesus, pois para mim a cruz é a morte e sofrimento... um castigo.

Jesus para mim é o símbolo do amor incondicional, o exemplo de uma vida digna de Deus e uma pratica impossível de ser seguida de forma plena. Quem quiser ser igual ao Jesus, acabara crucificado como ele o foi. Resta-me meu melhor de como eu posso ser o mais próximo a Jesus.

Para mim o símbolo de Jesus é tudo o que lembra ele. As vezes lembro ao ver crianças brincando, o ar que respiro e me da forças, o sol que da a vida, o céu e tudo o eu há ao meu redor, seja criado pelos homens (por que Deus deu a inteligência para criarmos obras e coisas e ter o livre arbítrio).  Por isso o símbolo de Jesus muda a todo o momento para mim. Carrego a Cruz no peito como apenas um enfeite, bibelô ou adereço. Ela não representa para mim o Jesus e nem a minha fé.

Creio no amor. Creio que tudo somente vale apena se for para sermos felizes. Creio que nada é por acaso e Deus nos guia para o bem e o melhor aprendizado.

Creio que o mau volta para quem o faz e o bem também. Essa é a lei do retorno.

Creio que o inferno não existe, mas que criamos o nosso próprio inferno e mazelas aqui  mesmo e continuamos depois que morreremos a criar nossas dores e sofrimentos. Somos nós os demônios de nós mesmos, nossos próprios atos e as consequências deles que criam os nossos infernos.

Creio no amor incondicional e na boa fé de todos. Até que provem o contrario mesmo que eu venha sofrer por acreditar ou ter fé.

Creio que a cada dia podemos desejar e ter tudo o que necessitamos e temos por merecer.
Creio na meritocracia e a democracia representativa. Se algum socialista discordar de mim, que antes me mostre e prove algum exemplo histórico real em toda a história da humanidade aonde o Socialismo deu certo e não acabou em um regime de DITADURA SOCIALISTA e Totalitária.

Quem gosta de socialismo, não estudou nada sobre socialismo (leu Karl Marx? - O CAPITAL -) e não conhece a história do socialismo, ou gosta de ditadura (não importa o que me digam: qualquer ditadura é ruim), ou quer se locupletar por interesse do que o socialismo tem a lhe oferecer. Alguém por acaso acredita que o socialismo só dará certo aqui no Brasil e que todos os outros lideres e déspotas socialistas ao redor do mundo todo foram imbecis, idiotas e não entenderam Karl Marx? Socialismo no mundo inteiro jamais foi justiça social e distribuição de renda, a igualdade e a liberdade, por que só aqui no Brasil seria?
Falar de Socialismo ignorando sua história cruel, totalitária e ditatorial em todos os paises em que ele foi implantado e tratar de socialismo no Brasil, como se ele fosse outra coisa  totalmente diferente, é a mesma coisa que tratar de chocolate no mundo inteiro e só aqui no Brasil seria qualquer outra coisa, como por exemplo o café. Tratar de socialismo no Brasil  como se tudo o que ele representa de fato e seu risco a liberdade e a democracia, seja apenas a grana de beneficios sociais e investimentos (nem sempere reais e verdadeiros), assim como um avestrus somente quer ver o que deseja ou enterra sua cabeça em um buraco para não ver a verdade. Quem é louco o bastante para colocar raposas para cuidar de um galinheiro somente por que ela é linda e afirma que será diferente de todas as outras raposas?
Prefiro a liberdade e a democracia plena. O socialismo é 100% incompatível com a liberdade democrática. Por favor, não confundam desenvolvimento social e econômico, com socialismo. Isso é apenas o meio para o poder hegemônico e por fim a perda de liberdade e direitos civis. A história da implantação e aplicação do socialismo ao redor do mundo todo deixa isso muito claro. Tal situação é apenas "oportuna" como uma estratégia para vencer e tomar o poder.
A ditadura do regime Cubano é a prova disso. Quem gosta de ditadura? Ninguém, não é mesmo? Mas por que todos veneram Che Guevara, Fidel e seu regime ditatorial e cruel, que afronta qualquer principio básico dos direitos humanos? É a ilha prisão. Lembram dos atletas cubanos que queriam viver aqui no Brasil? Foram proibidos. Isos mesmo.. sem a  liberdade de decidir por ter uma vida melhor em qualquer outro lugar. Isso é bom para quem? Pois isso é apenas uma das faces do Socialismo. Por querem isso para o Brasil? Não entendo isso.
Ou viverão a afirmar que no Brasil isso é tudo diferente? Quem pode falar aqui de forma  aberta dos riscos do PNDH3 e negar que isso não é um risco a liberdade de opinião, de direitos civis, de imprenssa e da propriedade? Se a sua liberdade não lhe importa, apenas o dinheiro enquanto ele ainda vem, a mim me importa mais do que o dinheiro.
Para finalizar, qual comunista ou socalista assumido tem um estilo de vida compatível com o que apregoam em sua ideologia. N apratica quem de fato trabalha e torna o seu capital tudo o que tem em um bem comum a todos ou social a todos? Socialismo com o capital e bens dos outros é no mínio hipócrita. Socialismo para ter vantagens hoje é tão quanto hipócrita.
Creio em intenções boas e da infinita capacidade de sonhar e construir a partir disso.
Creio em uma vida dedicada a uma missão pessoal.
Creio em convicções e princípios morais e pessoais. Por isso respeito em quem as tem e demonstram.
Creio que estamos evoluindo a cada dia e que cada um tem seu tempo, velocidade e de evolução e capacidade de decidir seu destino para ser melhor.
Creio que as convenções dos homens não são criadas para gerar felicidade pessoal e espiritual, mas seguidas por pessoas que somente se importam com suas imagens pessoais diante da sociedade. A futilidade através de regras que nem sempre são “morais”. As vezes é até um “teatro social” de parecer ser o eu de fato não acreditamos e não queremos. Quase sempre nos limita e nos faz infeliz, não considerando o coração e a necessidade de cada individuo. Quantos amores já se afastaram por conceitos sociais? Quantas condenações já se proferiram por pré-conceitos sociais? Quantos conceitos inadmissíveis no passado, hoje são aceitos de forma a ser pratica aceita? Então que valia tem isso se somente não corresponde a consciência e as intenções justas e honestas de cada um? O que mais vale do eu o amor, ser e fazer feliz?

Por isso não sou lá muito adepto a dar a devida atenção e respeito a estas mesquinhez e normas, sejam sociais ou religiosas. Sigo minha consciência de foro intimo e pessoal. Literalmente não me importo os que pensam que estou errado por assim ser.
Sigo totalmente minha consciência e meu estado de espírito. Quase sempre não sei se estou tomando a melhor atitude, mas sei que estou sempre pensando em acertar e por isso mesmo, dou em tudo o “meu melhor”.
Mas isso não implica que tenho o direito de passar por cima dos pensamentos, conceitos e os direitos dos outros. Quero para ser respeitado, respeitar, colocando os devidos limites de minha liberdade para com os outros e dos outros para mim. Assim viveremos bem.
Quero que no dia que morrer, eu tenha somado.
Quero ser capaz de ser o agente transformador de mim mesmo e aquele que pode fazer algo de bom as pessoas. Não me importo em ter que mudar tantas vezes que for necessário para corrigir um erro ou para fazer melhor. Orgulho eu não levo para o meu tumulo, mas dignidade sim, pois pode ser um legado aos meus filhos.
Espero que este post oficial como o meu primeiro BLOG tenha sido mais uma janela aos que já me conhecem e aos que não me conhecem. Me revelei mais um pouco.
Sejam felizes e que tornem cada dia de sua vida, um dia que tenha valido a pena e tenha sido digno de Deus.
Não se esqueça de rezar por você mesmo e pedir, não somente agradecer. Para se pedir, tem que se ter a humildade de saber que Deus é maior e só ele pode tudo.
 

Obrigado pela companhia..
Inté!